.

.

MATÉRIA É CONSEQUÊNCIA






Matéria é consequência









Por quê?
Porque não acredito no que vejo
Desacredito por que não vejo
Você sim me faz sofrer
Não crê no puro perfume desta flor

Amar?
Amar todos amam, é só dizer amor
Escrevendo eu penso
Pensando eu sinto
Sentindo eu vejo o quanto sou matéria

Eu?
Eu sou quase tudo que quero ser
Faço tudo
Para completar esse tudo
Basta apenas eu não ser o que sou

Fazer?
Faço o que faço
Pois sou eu
Barro moldado sendo guiado
Pela força inescrupulosa de meu instinto

Nome?
Nome eu não tenho
Chamam-me de você
Se perguntarem pelo você
Você é apenas a massa sob a ação da gravidade


Sofrer?
Sofrer faz parte
E você é o criador
Criador de toda essa gravidade
E é a gravidade que faz sofrer a massa

Saber?
Sei que todos sabem
Mas eu sei e deixo passar
Como se o dia ali fosse acabar
E realmente acaba

Amanhã?
Amanhã é outro dia
Outro dia de sofrimento
Pois foi ontem o dia de minha matéria
E hoje de meu ser interior

Sofrendo?
Sofrendo eu vivo
E vivo sofrendo
A dor infernal do espírito jovem
Causador da matéria abusada



Francisco de Assis D. Maél
Médico & Escritor
Tel: (21) 99175-0690
Outras obras do autor:
Compra-se vida – Ficção religiosa
Fragmentos de uma vida – Autobiografia
Áxis a síndrome sagrada – Ficção Científica
Missionários da saúde em ação – Orientação à saúde
MANA-YAM e a árvore de amigos - Infantil
Historinhas que ninguém lê - Contos
O dia da minha morte – Romance
Num piscar de olhos – Romance
Dívidas de gratidão – Romance
Senhor X – Romance


Postar um comentário